Raiva dos Herbívoros (PNCRH)

Seis morcegos hematófagos foram capturados

Finalidade

O Programa Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros (PNCRH), instituído no Brasil pela Instrução Normativa nº 05/2002, tem como objetivo baixar a prevalência da raiva na população de herbívoros domésticos e sua estratégia de atuação está baseada na adoção da vacinação dos herbívoros domésticos, controle de transmissores e de outros procedimentos de defesa sanitária animal que visam à promoção da saúde pública e o desenvolvimento de fundamentos de ações futuras para o controle dessa enfermidade. (Ver legislação)

Ações realizadas

A Aged desenvolve ações de controle da raiva dos herbívoros e a Secretaria Estadual de Saúde atua na prevenção da raiva humana.

Baseando-se na existência de abrigo de morcegos hematófagos, registro de espoliações e óbitos em humanos e animais, baixa comprovação da vacinação antirrábica, aliado a fatores ambientais favoráveis ao habitat do Desmodus rotundus, principal transmissor da raiva em herbívoros, a Aged instituiu as Portarias Nº 602 e 687 GAB/2015, obrigando a vacinação antirrábica para bovinos e bubalinos em 43 municípios do Estado.

As ações de captura de morcegos Desmodus rotundus são realizadas por equipes devidamente treinadas e equipadas. O êxito do PNCRH depende da participação dos criadores no sentido de notificarem casos suspeitos de doenças nervosas em suas propriedades, evitando o aparecimento de novos casos da doença, contribuindo para o efetivo controle da raiva no nosso Estado.

Treinamento raiva açailândia.3

Doença

A raiva é considerada uma das zoonoses de maior importância em Saúde Pública, não só por sua evolução drástica e letal, como também por seu elevado custo social e econômico.

No Maranhão, predominam os ciclos biológicos de transmissão urbana e rural, tendo como principais transmissores o cão e o morcego hematófago Desmodus rotundus. Nos últimos anos, a maioria dos focos de raiva nos herbívoros ocorreu na baixada maranhense, no litoral ocidental e na região tocantina.

Legislação PNCRH

Formulários internos

Vídeo instrutivo